A história da Galeria Luisa Strina, a mais antiga galeria de arte contemporânea de São Paulo, se mistura com a trajetória profissional de Luisa Strina. Em 1970, começou como marchand dos amigos e artistas Wesley Duke Lee, Fajardo, Baravelli, José Resende e Babinski. Em 1974, abre a Galeria Luisa Strina no antigo estúdio de Baravelli, quase que em mutirão, mas já com uma linha de trabalho definida: mostrar a produção de artistas nacionais e estrangeiros, num movimento de mão dupla, dentro e fora do país.

Assim, no mesmo ano, trouxe pela primeira vez ao Brasil obras dos artistas pop americanos Roy Lichstenstein, James Rosenquist, Jim Dine e Andy Warhol. Luisa Strina lançou diversos expoentes da nova geração no mercado, como Leonilson, Cildo Meireles, Tunga, Antônio Dias e Edgard de Souza. Em 1992 foi a primeira galeria latino-americana convidada a participar da seleta Feira de Arte de Basel. Atualmente, a Galeria Luisa Strina representa uma mistura de artistas consagrados e artistas emergentes, sempre mostrando o que há de melhor na arte contemporânea nacional e internacional.

Artistas: Adrián Villar Rojas, Alessandro Balteo Y., Alexandre da Cunha, António Manuel, Armin Linke, Bernardo Ortiz, Brian Griffiths, Caetano de Almeida, Carlos Garaicoa, Cildo Meireles, David Haines, Edgard de Souza, Erick Beltrán, Federico Herrero, Fernanda Gomes, Gabriel Sierra, Gilberto Mariotti, Jarbas Lopes, Jazmin López, Jorge Macchi, Juan Araujo, Laura Belém, Laura Lima, Leonor Antunes, Luisa Lambri, Magdalena Jitrik, Marcellvs L., Marcius Galan, Marepe, Marina Saleme, Mateo López, Matías Duville, Muntadas, Nicolás Paris, Olafur Eliasson, Pablo Accinelli, Pedro Motta, Pedro Reyes, Renata Lucas, Tonico Lemos Auad
Endereço: Rua Padre João Manuel, 755 - loja 02, Cerqueira César - 01411-001 São Paulo/SP, Brasil - Fone 55 11 3088 2471
Horário de funcionamento: De segunda a sexta, das 10h às 19h | Sábados das 10h às 17h