Criada em 2000 em São Paulo, por Jones Bergamin, a galeria Bergamin ficava numa casa da década de 1950 do arquiteto Vilanova Artigas nos Jardins. A exposição inaugural foi uma retrospectiva do artista Iberê Camargo e, entre 2001 e 2005, André Millan (que atuava como sócio) organizou exposições de Mira Schendel, Lygia Pape, Tunga e Miguel Rio Branco. Neste período, a galeria também convidou curadores a desenvolver projetos, como “Através” de Lisette Lagnado que trouxe a público “Tteia”, obra icônica de Lygia Pape – hoje permanentemente exposta em Inhotim. Foram realizadas também exposições individuais de artistas como José Resende, Aluísio Carvão, Alair Gomes e Milton Dacosta e coletivas tais quais “Arte Cinética”, “Os Modernistas”, “As Bienais” e “Nus”, em parceria com a galeria Fortes Vilaça.

Em 2012, Antonia Bergamin, filha de Jones Bergamin, assumiu a direção da galeria junto com Thiago Gomide. Os sócios então definiram um novo perfil: com foco em vendas privadas de artistas brasileiros e estrangeiros do período Pós-Guerra a Bergamin & Gomide inaugurou seu novo espaço na rua Oscar Freire, em agosto de 2013.

Sem uma lista fixa, a galeria tem flexibilidade para trabalhar com um amplo número de artistas, sejam eles consagrados ou jovens, brasileiros ou estrangeiros. Essa liberdade também permite a organização de exposições que abrangem diferentes temas, períodos e movimentos. O programa conta com quatro exposições por ano, entre individuais e coletivas: “E você nem imagina que Epaminondas sou eu” (2014), com obras de Amadeo Luciano Lorenzato e curadoria de Rivane Neuenschwander e Alexandre da Cunha, a coletiva “Atributos do Silêncio” (2015) com curadoria de Felipe Scovino, “BEUYS” (2016) que apresentou esculturas, desenhos, papéis e vídeos, incluindo os clássicos “Felt Suit”, “I like America and America likes me”, na primeira exposição individual do artista alemão em galeria no Brasil, a coletiva “In Betweeen” (2016), com curadoria de Luisa Duarte, “Fabio Mauri (Senza Arte)” (2017), exposição dedicada ao artista italiano, “Mira Schendel: Sarrafos e Pretos e Brancos” (2018) que apresentou Sarrafos, pinturas e papéis e a coletiva “Estratégias Conceituais” (2018), com curadoria de Ricardo Sardenberg.

Além disso a Bergamin & Gomide participa de feiras nacionais e internacionais como Art Basel Hong Kong, SP-Arte, TEFAF NY Spring, Art Basel, Semana de Arte, ArtRio, FIAC! e Art Basel Miami Beach e desenvolve parcerias com importantes galerias estrangeiras.

Endereço: Rua Oscar Freire, 379 lj 1 - Jardins, 01426-001 São Paulo – Brasil
Telefone: +55 (11) 3853-5800
Horário de funcionamento: 2ª a 6ª de 10h às 19h | Sábados em período de exposições de 10h às 15h | Sábados gerais, atendemos com hora marcada.
  • http://abact.com.br/wp-content/uploads/2019/09/HAMISH-FULTON-01-expo-A-Walking-Artist-Bergamin-Gomide-08.2019-©EVERTON-BALLARDIN-645x390.jpg

  • http://abact.com.br/wp-content/uploads/2019/09/FERNANDA-BRENNER-13-expo-A-Burrice-dos-Homens-Bergamin-Gomide-07.2019-©EVERTON-BALLARDIN-645x390.jpg

  • http://abact.com.br/wp-content/uploads/2019/09/Estrategias-Conceituais_baixa_Ding-Musa_DIN2037-645x390.jpg

  • http://abact.com.br/wp-content/uploads/2019/09/Mira-Schendel-2018_Ding-Musa___DSC1507_alta-645x390.jpg