12 jun 2013
Start

Acho importante deixar claro que está do outro lado da linha, portanto, me apresento. Sou Lucas Ribeiro, também conhecido pelo apelido Pexão, sócio de Marcelo Secaf e Carmo Marchetti na LOGO, uma das galerias associadas da ABACT. Além de curador, sou jornalista e nos últimos cinco anos passei a concentrar minha pesquisa no mercado de arte contemporânea, no colecionismo e, principalmente, nessa atividade que podemos chamar de “galerismo”. O que descobri rapidamente é que a história, a importância e a maneira de trabalhar das galerias de arte no Brasil ainda são pouco conhecidas e documentadas.

Preenchendo essa lacuna, ou pelo menos avançando nesse sentido, a proposta aqui no blog que passo a editar é trocar informações sobre a prática do galerismo no Brasil e no mundo, mantendo um fluxo de idéias que interesse primeiramente a quem trabalha ou quer trabalhar com galerias de arte. No meio do caminho, é inevitável abordar a trajetória das galerias pioneiras que construíram o mercado de arte contemporânea no Brasil.

Você também vai ver por aqui resenhas de livros, eventos e documentários, entrevistas com galeristas, colecionadores e experts, reflexões sobre estratégias e ferramentas de trabalho. Evidentemente dependo da colaboração das galerias associadas para não ficar apenas no plano teórico da discussão, colaboração essa que já está acontecendo, acredito que embalada pelo mesmo espírito que levou ao surgimento da ABACT.

Esse é um blog para os associados da ABACT, assim como para seus futuros sócios, mas também um espaço para desmistificar o conceito popular de galeria de arte. Claro, pode ser um ótimo negócio, mas, ao contrário do que muitos imaginam, manter uma galeria aberta é uma atividade árdua, complexa e movida pela paixão de seus proprietários por arte, em uma colaboração íntima com os artistas. Dito isso, vamos em frente.

_Pex

 

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (1)
1 Comentário para Start
  • Patricia Furlong - 15 de junho de 2013 as 18:16

    Lucas, desejo sucesso nessa conversa tão importante. Se ela acontecer com a disponibilidade e generosidade que você propõe, o mercado brasileiro de artes vai colher ótimos frutos.

COMENTE TAMBÉM!