15 maio 2019

Prepare-se: curadoria de Bitú Cassundé, Clarissa Diniz e Marcelo Campos fica aberta de 16/05 a 25/08  em São Paulo

Recorte da recente produção artística promove diálogo trans-histórico entre autores e interesses diversos. A mostra coletiva “À Nordeste” está dividida em núcleos, quais sejam: “Futuro”, em contraposição ao regionalismo arquetípico associado à região; “(De)Colonialidade”; “Trabalho”, que evidencia processos políticos de resistência por meio da cultura; “Cidade’, relevando a estética das transformações urbanas; “Insurgências”; “Linguagem”; “Natureza”, indicando dimensões tecnológicas, ficcionais e estéticas das diferentes “naturezas”; e, por fim, o núcleo “Desejo”. O uso de crase na expressão “À Nordeste” indicia a ideia de movimento do olhar crítico para uma produção cultural que se insurge contra as normatividades vigentes, ativando a linguagem e a arte como armas de luta e gozo, resumem os curadores da coletiva com 343 obras que ocupa os espaços do SESC 24 de maio e o muro da escola de samba Vai-Vai, no Bixiga.

[Daniel Santiago. O Brasil é meu abismo. Galeria Superfície]

O título da exposição parte da provocação do artista cearense Yuri Firmeza: “A nordeste de quê?”, em que coloca em perspectiva as relações entre centralidades e periferias no Brasil e no mundo. Programação integrada à exposição conta com espetáculos de teatro, música e dança, exibição de filmes, além de encontros de reflexão e experimentação artística, relacionados com diversos conteúdos presentes na mostra.

Os artistas participantes da mostra são: Abel Teixeira, Abelardo da Hora, Aberaldo Santos, Abraham Palatnik (Galeria Nara Roesler), Adenor Gondim, Adler Murad, Alan Adi, Alcione Alves, Aldemir Martins, Almandrade, Aloisio Magalhães, Amanda Melo da Mota, Ana Lira, Antônio Bandeira, Arthur Scovino, Artur Doomer, Ayrson Heráclito (Galeria Portas Vilaseca) & Iuri Passos, Bárbara Wagner e Benjamin de Burca (Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel), Bispo do Rosário, Bruno Faria (Galeria Marilia Razuk), Caetano Dias (Carbono Galeria), Candido Portinari, Carlos Mélo (Galeria Kogan Amaro) Carybé, Catarina dee Jah, Celso Brandão, Chico Albuquerque, Chico da Silva, Christina Machado, Cícero, Cícero Dias, Cláudio Costa, Cleiton, Coletivo ORA, Cooperativa de bordadeiras de Ilha do Ferro, Cristiano Lenhardt (Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel), Dalton Paula (Sé Galeria), Daniel Santiago (Galeria Superfície), Davi Rodrigues, Delson Uchôa (Anita Schwartz Galeria de Arte e Zipper Galeria), Dias & Riedweg (Vermelho), Doidão Bahia, Dona Morena, Efrain Almeida (Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel), Elielson Sayara, Emanoel Araújo, Falves Silva (Roberto Alban Galeria e Galeria Superfície), Fernando Rodrigues, Ferreira Gullar, Ferreiros do Cariri, Filipe Acácio, Francisco de Almeida, Gabriel Mascaro, Gê Viana, Gê Viana e Márcia Ribeiro, Gilberto Freyre, Gilvan Samico, Glauber Rocha, Goya Lopes, Guiomar Marinho, Heloisa Juaçaba, Ieda Oliveira, Isabela Stampanoni, J. Cunha, Jarid Arraes, Jasson, Jayme Fygura, Jean-Pierre Chabloz, João Cabral de Melo Neto, Joãosinho Trinta, Joaquim do Rego Monteiro, Jomard Muniz de Britto, Jonathas de Andrade (Galeria Vermelho), José Carlos, José Cláudio, José Rufino (ele não tem galeria?), José Tarcísio, Josué de Castro, Jota Medeiros (Galeria Superfície), Jota Mombaça, Juliana Notari, Juraci Dórea, Kaick & Alan, Kátia Mesel, Leno, Leonilson, Letícia Parente (Galeria Jaqueline Martins), Louco Filho, Lourival Cuquinha, Luís Matheus Brito, Luiz Hermano, Lula Cardoso Ayres, Marcelo D’Salete, Marcelo Evelin & Matteo di Blasio, Marcelo Gandhi (Roberto Alban Galeria), Marcelo Pedroso, Marcelo Silveira (Galeria Nara Roesler), Marcha das vadias, Márcio Almeida, Márcio Vasconcelos, Marepe (Galeria Luisa Strina), Marie Carangi, Marina de Botas, Mario Cravo Jr., Mário Cravo Neto (Galeria Millan e Galeria Marcelo Guarnieri), Martha Araújo (Galeria Jaqueline Martins), Maurício Pokemon, Mestra Irinéia, Mestre Didi, Mestre Espedito Seleiro, Mestre Galdino, Mestre Guarany, Mestre Maurício Flandeiro, Mestre Noza, Mestre Vitalino, Michelle Mattiuzzi, Montez Magno, Mucambo Nuspano, Naiana Magalhães, Nino (Galeria Estação), O Gráfico Amador, Paula Sampaio, Paulo Bruscky (Galeria Nara Roesler), Paulo Freire, Pêdra Costa, Pedro Marighella, Petrônio Farias, Pierre Verger (Galeria Marcelo Guarnieri), Racar, Raimundo Cela, Ramiro Bernabó, Ramusyo Brasil, Rodolfo Bernadelli, Rodrigo Braga (Anita Schwartz Galeria de Arte), Rogério Gomes, Romero Britto, Sabyne Cavalcante, Saquinhodelixo, SaraElton Panamby & Naýra Albuquerque, Sérgio Vasconcelos, Sérvulo Esmeraldo, Solon Ribeiro, Sunsarara, Tadeu dos Bonecos, Tertuliana Lustosa, Thiago Martins de Melo (Galeria Leme/AD), Tiago Sant’Ana, Tiago Santana, Tom Zé, Ton Bezerra, Torquato Neto, Valtemir do Vale Miranda, Véio (Galeria Estação), Vicente do Rego Monteiro, Virgínia de Medeiros (Galeria Nara Roesler), Virgínia Pinho, Vitor Cesar, Wellington Virgolino, Yuri Firmeza (Galeria Athena e Casa Triângulo), Zahy Guajajara, Zé de Chalé e Zé Diabo.

[Ayrson Heráclito. Still de viodeinstalação Ijo Mimo. Galeria Portas Vilaseca]

SESC 24 de Maiohttps://www.sescsp.org.br/unidades/36_24+DE+MAIO/

Rua 24 de Maio, 109 – Centro – São Paulo – SP

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
13 maio 2019

Prepare-se: marque #GallerySelfieDay em suas selfies com obras de arte no Instagram

O concurso internacional de melhor selfie com obra de arte #GallerySelfieDay acontece nesta sexta-feira  no Instagram. É simples participar: siga @the_adaa, @_abact e @damiani_books, marque #GallerySelfieDay na legenda da sua foto com uma obra de arte e publique no dia 17 de maio. As melhores selfies concorrem a três livros de fotografia de #HiroshiSugimoto, da editora Damiani, e ganham ainda mais visibilidade nas mídias sociais das três associações de galerias envolvidas nesta ação.

#GallerySelfieDay é uma iniciativa da Art Dealers Association of America (ADAA), que reúne 180 galerias de arte em 29 cidades dos Estados Unidos. Neste ano, conta com a participação  das galerias da Associação Brasileira de Arte Contemporânea – ABACT e também das associadas à The Society of London Art Dealers (SLAD), do Reino Unido.

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
02 maio 2019

Prepare-se: “Corva” fica em cartaz até 26 de julho de 2019

Na mostra individual “Corva”, a artista Andressa Cantergiani evoca a imagem do corvo para criar metáforas de alívio, cura, sabedoria e liberdade. Enquanto para uns o pássaro de penas pretas representa um ente mítico que traz mau presságio e azar, para tantos mais ele simboliza proteção, fertilidade e temperança, segundo a curadora Daniela Labra.

Misturando os significados positivos e negativos atribuídos à ave, a Andressa monta um ambiente de exposição de caráter teatral e dramático, onde subjaz uma aguçada crítica ao momento de transição política que o país enfrenta, em que restos de um passado envolto em sombras autoritárias são exumados.

Esta exposição é construída a partir da performance “Raven”, realizada na abertura, em que as costas da artista-performer ganham dolorosas, porém altivas asas negras em um processo que adapta penas de ave em agulhas de acupuntura. Os acessórios que fizeram parte da ambientação do ato ao vivo permanecem na galeria após a ação juntamente com outros objetos, como um microfone em um pedestal aberto ao público, oito livros que sofreram censura política em algum momento da história do Brasil e 80 cartuchos de balas usados, numa alusão direta à violência institucional que cotidianamente ceifa a vida de inocentes.

Algumas das peças são realizadas em co-autoria com outros artistas, como é o caso das esculturas-jóias desenhadas por Alice Floriano, a maca-de-cura projetada por Eduardo Saorin, que também assina os registros da performance com Dani Amorim e Raquel Brust, além da participação fundamental da acupunturista Joana dos Santos. Essa realização em conjunto acompanha a prática de Andressa Cantergiani, cujo processo criativo é inspirado pelo modo de trabalho teatral, coletivo, tão distinto daquele solitário no ateliê.

A Galeria de Arte Mamute foi criada em 2012 com o objetivo de destacar a pesquisa poética em arte contemporânea e lançar jovens artistas em formação de carreira. É dirigida por Niura Borges e
Edson Almeida Borges. Priorizando representar artistas gaúchos emergentes, a Mamute configura-se como uma plataforma de visibilidade para seus representados, auxiliando na circulação de suas produções, bem como na projeção de suas carreiras em âmbito nacional e internacional

Participa regularmente das feiras ArtRio e SP-Arte. No plano internacional, levou trabalhos de seus artistas à Pinta Miami em 2018. Os artistas representados são: Andressa Cantergiani, Antônio Augusto Bueno, Bruno Borne, Camila Elis, Claudia Hamerski, Clovis Martins Costa, David Magila, Dione Veiga Vieira, Emanuel Monteiro, Fernanda Gassen, Frantz, Gabriel Nehemy, Goia Mujalli, Hélio Fervenza, Hugo Fortes, io, Letícia lampert, Marília Bianchini, Mariza Carpes, Pablo Ferreti, Patrícia Francisco, Sandra Rey e Sandro Ka.

Galeria de Arte Mamute www.galeriamamute.com.br

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
29 abr 2019

Prepare-se: “O Alienista” fica em cartaz até 18 de maio de 2019

Na exposição individual “O Alienista”, a artista mineira Rivane Neuenschwander apresenta esculturas, pinturas e vídeo em que articula referências da literatura e da cultura popular permeadas por temas como o medo, sexualidade, política e violência para discutir a onda de irracionalidade que grassa no Brasil quanto no mundo.

Sob a direção de Márcia Fortes, Alessandra D’Aloia e Alexandre Gabriel, a Fortes D’Aloia & Gabriel (anteriormente Galeria Fortes Vilaça) apresenta um programa dinâmico no qual artistas brasileiros e estrangeiros, jovens e consagrados, realizam exposições ambiciosas. Conta com três espaços expositivos no Brasil: a galeria na Vila Madalena e o Galpão na Barra Funda, ambos em São Paulo; e a Carpintaria, no polo cultural do Jockey Club do Rio de Janeiro. Desde o ano passado, a FDAG também conta com um escritório em Lisboa, a partir de onde a galeria gerencia sua atuação internacional.

A Fortes D’Aloia & Gabriel é uma das galerias brasileiras de maior projeção internacional. A seu extenso histórico de mostras coletivas e individuais de importantes artistas brasileiros, somam-se dezenas de participações em praticamente todas grandes as feiras de arte internacionais, o que inclui Art Basel, Art Basel Hong Kong, Art Basel Miami, ARCOMadrid, Frieze Londres, entre outras. Das feiras de arte brasileiras, participa regularmente da SP-Arte, ArtRio e Semana de Arte.

Representa os artistas: Adriana Varejão, Agnieszka Kurant, Armando Andrade Tudela, Bárbara Wagner, Beatriz Milhazes, Carlos Bevilacqua, Cerith Wyn Evans, Cristiano Lenhardt, Damián Ortega, Efrain Almeida, Erika Verzutti, Ernesto Neto, Franz Ackermann, Gerben Mulder, Iran do Espírito Santo, Ivens Machado, Jac Leirner, Janaina Tschäpe, João Maria Gusmão + Pedro Paiva, Julião Sarmento, Leda Catunda, Los Carpinteros, Lucia Laguna, Luiz Zerbini, Marina Rheingantz, Marine Hugonnier, Mauro Restiffe, Nuno Ramos, OSGEMEOS, Rivane Neuenschwander, Robert Mapplethorpe, Rodrigo Cass, Rodrigo Matheus, Sara Ramo, Sergej Jensen, Simon Evans™, Tamar Guimarães, Tiago Carneiro da Cunha e Valeska Soares.

Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel – www.fdag.com.br
Rua Fradique Coutinho 1500 – São Paulo
Galpão
Rua James Holland 71 – Barra Funda – São Paulo
Carpintaria
Rua Jardim Botânico, 971 – Rio de Janeiro

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
23 abr 2019

Prepare-se: tradicional exposição bienal do MAM SP será inaugurada no dia 17 de agosto em São Paulo

A curadora Julia Rebouças selecionou 29 artistas para o 36º Panorama de Arte Brasileira, exposição bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM SP, que abre no dia 17 de agosto de 2019. Desses, 11 artistas são representados por galerias associadas à ABACT. O conceito escolhido pela curadora para orientar suas escolhas para esta edição que marca os 50 anos do Panorama, é o “Sertão”.

Atentas às transformações da sociedade brasileira, Julia e a curadora-assistente Catarina Duncan, reúnem na tradicional mostra fotografias, pinturas, instalações, performances, vídeos, esculturas e objetos para tratar de conflitos abertos ou latentes relacionados a religiões, violência policial, identidade de gênero, preconceito racial e meio-ambiente.

Lista dos artistas:

Ana Lira (Caruaru – PE, 1977. Vive no Recife) [http://despina.org/ana-lira/]

Ana Pi (Belo Horizonte – MG, 1986. Vive em Paris) [https://anazpi.com/]

Ana Vaz (Brasília – DF, 1986. Vive em Lisboa) [http://www.anavaz.com/]

Antonio Obá (Ceilândia – DF, 1983. Vive em Brasília). Representado pela Galeria Mendes Wood DM

Coletivo Fulni-ô de Cinema, que reúne jovens cineastas e professores indígenas das etnias carnijó e fomió, que habitam o município pernambucano de Águas Belas.

Cristiano Lenhardt (Itaara – RS, 1975. Vive entre Recife e São Lourenço da Mata – PE). Representado pela galeria Fortes D’Aloia & Gabriel

Dalton Paula (Brasília – DF, 1982. Vive em Goiânia). Representado pela Sé Galeria

Daniel Albuquerque (Rio de Janeiro – RJ, 1983. Vive no Rio de Janeiro). Representado pela galeria Cavalo

Desali (Belo Horizonte – MG, 1983. Vive em Contagem – MG) [http://www.desali.com.br/]

Gabi Bresola e Mariana Berta (Joaçaba – SC e Peritiba – SC, 1992 e 1990. Vivem em Florianópolis)

Gê Viana (Santa Luzia – MG, 1986. Vive em São Luís)

Gervane de Paula (Cuiabá – MT, 1961. Vive em Cuiabá) [http://gervanedepaula.blogspot.com/]

Lise Lobato (Belém – PA, 1963. Vive em Belém)

Luciana Magno (Belém – PA, 1987. Vive em Belém). Representada pela Janaina Torres Galeria

Mabe Bethônico (Belo Horizonte – MG, 1966). Vive entre Genebra e Belo Horizonte. Representada pela Galeria Marilia Razuk

Mariana de Matos (Governador Valadares – MG, 1987. Vive no Recife)

Maxim Malhado (Ibicaraí – BA, 1967. Vive em Massarandupió – BA)

Maxwell Alexandre (Rio de Janeiro – RJ, 1990. Vive no Rio de Janeiro). Representado pela galeria A Gentil Carioca

Michel Zózimo (Santa Maria – RS, 1977. Vive em Porto Alegre). Representado pela Sé Galeria

Paul Setúbal (Aparecida de Goiânia – GO, 1987. Vive em São Paulo)

Radio Yandê (Rio de Janeiro – RJ, 2013). [http://radioyande.com/]

Randolpho Lamonier (Contagem – MG, 1988. Vive em Belo Horizonte). [https://randolpholamonier.com/index_PT]

Raphael Escobar (São Paulo – SP, 1987. Vive em São Paulo). Representado pela Galeria Leme/AD

Raquel Versieux (Belo Horizonte – MG, 1984. Vive no Crato-CE). Representada pela Galeria Athena [http://www.raquelversieux.com/]

Regina Parra (São Paulo – SP, 1984. Vive em São Paulo. Representada pela Galeria Millan

Rosa Luz (Gama – DF, 1995. Vive em São Paulo). [https://www.youtube.com/channel/UCCX7dUMgO8_ORxWQ4PU4ISA]

Santídio Pereira (Curral Comprido – PI, 1996. Vive em São Paulo). Representado pela Galeria Estação

Vânia Medeiros (Salvador – BA, 1984. Vive em São Paulo) [http://www.vaniamedeiros.com]

Vulcanica PokaRopa (Presidente Bernardes – SP, 1993. Vive em Florianópolis) [https://www.youtube.com/channel/UC59SgCErMtFtfLE-28lrXnw]

Para mais informações, consulte o link: http://mam.org.br/wp-content/uploads/2019/04/lista-de-artistasminibios_Panorama.pdf

Lista dos artistas: Ana Lira, Ana Pi, Ana Vaz, Antonio Obá, Coletivo Fulni-ô de Cinema, Cristiano Lenhardt, Dalton Paula, Daniel Albuquerque, Desali, Gabi Bresola e Mariana Berta, Gê Viana, Gervane de Paula, Lise Lobato, Luciana Magno, Mabe Bethônico, Mariana de Matos, Maxim Malhado, Maxwell Alexandre, Michel Zózimo, Paul Setúbal, Radio Yandê, Randolpho Lamounier, Raphael Escobar, Raquel Versieux, Regina Parra, Rosa Luz, Santídio Pereira, Vânia Medeiros e Vulcanica PokaRopa

Fotos: Dalton Paula. Cabra e cadeira. 2017. Óleo sobre tela. 40 x 50 cm. Sé Galeria. São Paulo (topo do texto) | Luciana Magno. Sem título. 2014. Pigmento sobre papel de algodão. 80 x 120. Janaina Torres Galeria (acima)

Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM SPwww.mam.org.br

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
18 abr 2019

Prepare-se: galeria inaugura filial no complexo cultural Löwenbräu-Kunst em 24 de maio com individual de Nuno Ramos

Löwenbräukunst Zürich – Foto: Thies Wachter, Zürich – Berlin

 

A galeria paulistana Kogan Amaro alça vôo internacional com a inauguração de  individual do artista brasileiro Nuno Ramos em seu novo espaço no complexo cultural suíço Löwenbräukunst em Zurique, no dia 24 de maio. A Galeria Kogan Amaro foi aberta em 2018 a partir da experiência de um de seus sócios, Marcos Amaro, à frente da antiga galeria Emmathomas, adquirida pelo artista em 2017. A reestruturação da Kogan Amaro, contudo, se deu neste ano com a entrada da esposa de Marcos, Ksenia Kogan, renomada pianista russa radicada em Bruxelas e São Paulo, que ficará à frente da filial na Suíça.

O time de profissionais da galeria inclui o diretor artístico Ricardo Resende, Marlise Corsato Abramovay, diretora comercial, o diretor administrativo Ricardo Rinaldi e a curadora Ana Carolina Ralston.

Artistas representados: Allan Fontes, Alex Flemming, Atelier do Centro, Camila Rocha, Carlos Mélo, Daniel Mullen, Fabiano Rodrigues, Francisco Klinger Carvalho, Isabelle Borges, Jens Hausmann, Kátia Salvani, Kimi Nii, Luisa Almeida, Marcia Pastore, Mundano, Nazareth Pacheco, Paula Costa e Sani Guerra.

Em tempo, Löwenbräukunst é o complexo cultural instalado nas antigas dependências da cervejaria Löwenbräu, fundada em 1897 em na zona industrial de Zurique, Suíça, que hoje congrega espaços expositivos da Kunsthalle Zürich e o Migros Museum für Gegenwartkunst, além de galerias de renome como Barbara Seiler, Hauser & Wirth, e Luma Westbau. Fundado em 1996, passou por uma grande restauração em 2012, levada a cabo pelo escritório de arquitetura Gigon/Guyer.

 

Galeria Kogan Amarohttps://galeriakoganamaro.com/

Alameda Franca, 1054 – Jardim Paulista – São Paulo, Brasil

Löwenbräukunst – Limmatstrasse 270 – Zurique, Suíça

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (4)
11 abr 2019

Prepare-se: inscrições abertas de 08/04 a 08/05. Mostra acontece de 8 a 13/07 em São Paulo e, de 16 a 18/07, em São Luís, MA

[Bianca Turner. Cidade-Corpo. 2017. Vídeo. 14 min. 30 s. Direção de fotografia Azul Serra]

A 15ª edição da Verbo, mostra de performance arte criada pela galeria Vermelho em 2005, abre chamada pública para envio de projetos ao vivo de artistas ligados ao campo das artes visuais, dança, literatura, música e moda. O prazo para envio vai de 08/04 a 08/05. A seleção de projetos fica a cargo da artista, curadora e gestora cultural, Samantha Moreira, e do diretor artístico da Verbo, Marcos Gallon. Interessados em participar da seleção de projetos podem encaminhar até três propostas acompanhadas dos seguintes documentos:

1 – Formulário de inscrição preenchido disponível para download no link:
https://we.tl/t-T7PycKVbeZ

2 – CV, Portfolio atualizado, e bibliografia.

3 – Links para visualização de registros em vídeo do projeto.

Informações e envio de projetos: verbo@galeriavermelho.com.br

Galeria de fotos de performances apresentadas em 2018:

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
09 abr 2019

Prepare-se: evento gratuito acontece na Unibes Cultural no dia 16/04, das 10 às 13h. Inscrições: https://bit.ly/2uVAAcI

 

O projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad dá continuidade ao seus Encontros Temáticos no dia 16 de abril, terça-feira, às 10 horas, com a realização de seu segundo encontro, intitulado: “Condo: uma experiência de parceria entre galerias”, que acontece na Unibes Cultural, em São Paulo, das 10 às 13 horas, com entrada gratuita. No evento, a galerista Jaqueline Martins e o diretor do Proyectos Ultravioleta da Guatemala, Stefan Benchoam, discutem a experiência Condo em São Paulo com o público. A conversa é ministrada pelas sócias da Além Consultoria, Ana Letícia Fialho e Mônica Novaes Esmanhotto.

Condo é um projeto internacional que promove cooperação e intercâmbio entre galerias de arte idealizado por Vanessa Carlos, co-fundadora da galeria londrina Carlos Ishikawa. Desde 2016, o Condo ganhou versões em Londres, Nova York, Cidade do México, São Paulo e Shangai. O funcionamento é simples: galerias das localidades onde o projeto é realizado emprestam seu espaço expositivo para uma galeria ou mais galerias estrangeiras por cerca de um mês.

O Condo São Paulo reúne galerias da Guatemala, Portugal, Espanha, Londres, Itália, Amsterdã, Nova York, França, Bélgica, Colômbia, que aportam em nove galerias, trazendo mostras coletivas com obras de seus artistas representados, dividindo espaços com mostras de artistas das galerias brasileiras.

As galerias brasileiras que hospedam as galerias estrangeiras são: Sé Galeria (que recebe Proyectos Ultravioleta, Guatemala; e Galeria PM8, Vigo, Espanha); Central Galeria (The Sunday Painter, Londres, GB); Galeria Jaqueline Martins (Gallery P420, Bologna, Itália); Casa Triângulo (Grimm Gallery (Amsterdã e New York); Galeria Marilia Razuk (Galerie Antoine Levi, Paris; e Instituto de Visión, Bogotá); Galeria Lume (Levy.Delval, Bruxelas); Galeria Raquel Arnaud (Mor Charpentier Galerie, Paris); Galeria Leme/AD (Galeria Nuno Centeno, Porto); e Galeria Luciana Brito (Galeria Madragoa, Lisboa).

Os Encontros Temáticos fazem parte do programa de capacitação do projeto Latitude, que prevê cinco encontros de março a julho, um por mês, todos na Unibes Cultural. O próximo encontro temático está previsto para o dia 14 de maio, com o tema: “O ambiente cultural e de negócios na China: oportunidades e desafios”.

 

Encontro temático Latitude: “Condo: uma experiência de parceria entre galerias”
Data: 16 de abril de 2019, terça-feira, das 10 às 13 horas
Local: Unibes Cultural
Endereço: Rua Oscar Freire, 2500, 5o. andar  – CEP 05409-012 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 3065 4333
Inscrições: https://bit.ly/2uVAAcI

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
02 abr 2019

Associação que reúne 48 das principais galerias brasileiras de arte tem 42 associadas na 15ª. edição da feira. De 4 a 7 de abril. Abertura na quarta-feira, dia 3

A 15ª edição da SP-Arte conta com 162 expositores, dos quais 42 são galerias de arte associadas à Associação Brasileira de Arte Contemporânea – ABACT. No período de 4 a 7 de abril, quinta-feira a domingo, são exibidas cerca de 2 mil obras de artistas, designers, performances e publicações nos mais 27 mil m2 em diferentes espaços do icônico Pavilhão da Bienal de São Paulo, no Parque Ibirapuera. A extensa programação paralela da feira inclui debates sobre colecionismo e arte contemporânea, que acontecem no auditório do MAM SP.

As galerias associadas à ABACT que participam da 15ª SP-Arte são: A Gentil Carioca, Anita Schwartz Galeria De Arte, Galeria Athena, Galeria Berenice Arvani, Galeria Bolsa De Arte, Carbono Galeria, Casa Triângulo, Cassia Bomeny Galeria, Celma Albuquerque Galeria De Arte, Central Galeria, Dan Galeria, Galeria Eduardo Fernandes, Emmathomas, Galeria Estação, Fortes D’Aloia & Gabriel, Janaina Torres Galeria, Galeria Jaqueline Martins, Galeria Karla Osorio, Galeria Leme/AD, Luciana Brito Galeria, Luciana Caravello Arte Contemporânea, Galeria Luisa Strina, Galeria Lume, Galeria De Arte Mamute, Galeria Marcelo Guarnieri, Galeria Marilia Razuk, Mendes Wood DM, Galeria Millan, Mul.Ti.Plo Espaço Arte, Galeria Murilo Castro, Galeria Nara Roesler, Pinakotheke, Portas Vilaseca Galeria, Galeria Raquel Arnaud, Roberto Alban Galeria, Sé, Sim Galeria, Silvia Cintra + Box 4, Galeria Superfície, Vermelho, Galeria Ybakatu e Zipper Galeria.

A SP-Arte está dividida em seções: Geral, localizada no primeiro e segundo pisos; Performance, também no primeiro e segundo pisos, curada por Marcos Gallon; Solo, primeiro piso, com doze exposições individuais, curada pela chilena Alexia Tala; Museus, no segundo piso; Open Space, no primeiro piso; e Masters, no segundo piso. O terceiro piso é dedicado ao design e arquitetura, reunindo antiquários, mobiliário moderno e contemporâneo, além de objetos de arte e design.

 

SP-Arte – https://www.sp-arte.com/

Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – São Paulo – SP

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)
26 mar 2019

Prepare-se: aberturas acontecem nos dias 30 e 31 de março em nove espaços da cidade

Condo é um projeto internacional que promove cooperação e intercâmbio entre galerias de arte idealizado por Vanessa Carlos, co-fundadora da galeria londrina Carlos Ishikawa. Desde 2016, o Condo ganhou versões em Londres, Nova York, Cidade do México, São Paulo e Shangai. O funcionamento é simples: galerias das localidades onde o projeto é realizado emprestam seu espaço expositivo para uma galeria ou mais galerias estrangeiras por cerca de um mês.

Nesta segunda edição do Condo São Paulo, galerias da Guatemala, Portugal, Espanha, Londres, Itália, Amsterdã, Nova York, França, Bélgica, Colômbia, aportam em nove galerias associadas à ABACT, trazendo mostras coletivas com obras de seus artistas representados, dividindo espaços com mostras de artistas das galerias brasileiras.

Confira abaixo as galerias brasileiras e estrangeiras que participam do Condo São Paulo 2019:

Sé Galeria
Rua Roberto Simonsen, 108 – Sé
Ter–Sex: 12 – 19h; Sáb: 12 – 17h
Hospeda:  Proyectos Ultravioleta (Guatemala)
e Galeria PM8 (Vigo, Espanha)

Em cartaz até 27 de abril

Central Galeria
Rua Bento Freitas, 306 – Vila Buarque
Seg–Sex: 11 – 19h; Sáb: 11 – 17h
Hospeda:  The Sunday Painter (Londres, GB)

Em cartaz até 18 de maio

Galeria Jaqueline Martins
Rua Dr. Cesário Mota Júnior, 443 – Vila Buarque
Ter–Sex: 10 – 19h; Sáb: 12 – 17h
Hospeda:  Gallery P420 (Bologna, Itália)

Em cartaz até 18 de maio

Casa Triângulo
Rua Estados Unidos, 1324 – Jardim Paulista
Seg–Sáb: 10 – 19h
Hospeda:  Grimm Gallery (Amsterdã e New York)

Em cartaz até 11 de maio

Galeria Marilia Razuk
Rua Jerônimo da Veiga, 131 – Itaim Bibi
Seg–Sex: 10:30 – 19h; Sáb: 11 – 16h
Hospeda:  Galerie Antoine Levi (Paris) e Instituto de Visión (Bogotá)

Em cartaz até 27 de abril

Galeria Lume
Rua Gumercindo Saraiva, 54 – Jardim Europa
Seg–Sex: 10 –1 9h; Sáb: 11 – 15h
Hospeda:  Levy.Delval (Bruxelas)

Em cartaz até 5 de maio

Luciana Brito Galeria
Av. Nove de Julho, 5162 – Jardim Europa
Ter-Sex: 10-19h; Sáb: 11-18h
Hospeda: Galeria Madragoa (Lisboa)

Em cartaz até 4 de maio

Galeria Raquel Arnaud
Rua Fidalga, 125 – Vila Madalena
Seg–Sex: 10 – 19h; Sáb: 12 – 16h
Hospeda:  Mor Charpentier Galerie (Paris)

Em cartaz até 8 de junho

Galeria Leme/AD
Av. Valdemar Ferreira, 130 – Butantã
Ter–Sex: 10 – 19h; Sáb: 10 – 17h
Hospeda: Galeria Nuno Centeno (Porto)

Em cartaz até 4 de maio

Mais informações sobre o Condo aqui: http://www.condocomplex.org/ 

Postado por ABACT
COMENTÁRIOS (0)